Sábado, 30 de Dezembro de 2017
DESPEDIDA DE 2017

Não era da minha vontade entrar em 2018, sem fazer um pequeno balanço deste 2017, claro que não vou estender o meu scâner a longa distância de tempo, até porque o pensamento torna-se influído para narrar acontecimentos que me possam fazer questionar na dúvida do seria assim, ou seria assado, assim decididamente falarei da natureza que me rodeia e que também, está em transito para o ano novo , deste modo peguei em algumas imagens recentes, bem recatadas no telemóvel, que de  imediato, as colarei no blog. Não posso esquecer que este ano o calor assolou as estações, fora da sua época, causando uma calamidade nunca vista nesta cantinho à beira mar plantado, esta alteração de clima, faz também algumas alterações nas plantas que de alguma forma também se alteram, tanto no seu crescimento, como nos tempos de colheitas, e nas produções, e vamos nos habituando a ver aqui no norte plantas tropicais, a darem frutos o que antes era impensável, claro que há ainda um ciclo de tempo, ainda muito incompleto, por exemplo, a chia começa a dar flor em Novembro, o fruto vem mais tarde e o frio e a chuva acabam por fazer estragos, mesmo assim tenho colhido algumas sementes, A eugénia (Pitangueira) já deu saborosos frutos este ano a flor veio em Novembro os  frutos não irão vingar.

Aqui ficam algumas fotos

freixo.jpg

 Um abate de um freixo deste porte, não é fácil para uma pessoa só

freixo1.jpg

Mas com a ajuda dos meus amigos e famíliares, foi possível. Celebramos

M.p.jpg

Outro trabalho que requer ajuda dos amigos, matança dos porcos e velório

MP1.jpg

Depelagem

anonas (2).jpg

anonas.jpg

As anonas foram caindo com o vento, mas estão saborosas

bananas.jpg

as bananas não se estão a dar bem com o frio, tenho que lhe colocar umas caroças

Kiwis.jpg

Os Kiwis três em um, estão agora a ficar bons

pitangueira.jpg

A flor da pitangueira, veio tarde, não vai vingar o fruto

caroças.jpgCouve.jpg

A chuva vai caindo, em alguns sítios ainda é necessária para estabelecer cotas, mas o frio é necessário para matar as danadas que comem as couves e para tirar o mofo das caroças

IMG_20170930_134514.jpg

Por último este amigo, que em troca de uns restos de peixe, caça ratos na horta

 

 

 

 

 

 

 



publicado por J. Alves às 21:59
link do post | comentar | favorito

mais sobre mim
pesquisar
 
Dezembro 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
15
16

17
18
19
20
21
22
23

24
25
26
27
28
29

31


posts recentes

DESPEDIDA DE 2017

BIFE DA PÁSCOA de 1974

QUIABO Abelmoschus escule...

TREVO CERVINO -­ PLANTAS ...

ERVA PRINCIPE -­ PLANTAS ...

ABELHAS ASIÁTICAS EM CARD...

16ª Meia Maratona Manuela...

CARDIELOS, NOS SEUS RECÔN...

AZEVINHO PLANTA MEDICINAL

IMPATIENS WALLERIANA-Plan...

arquivos

Dezembro 2017

Março 2016

Dezembro 2015

Outubro 2014

Março 2014

Janeiro 2014

Junho 2013

Dezembro 2012

Julho 2012

Abril 2012

Novembro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Junho 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Dezembro 2010

Outubro 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Abril 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

tags

todas as tags

Fazer olhinhos
blogs SAPO
subscrever feeds