Domingo, 28 de Janeiro de 2007
OBSERVÂNCIAS, na minha terra

Observâncias em CARDIELOS P4

Quando nos lembramos de qualquer acontecimento que teve algum impacto no passado, e que,  à volta de tal acontecimento, gerou um certo "alarido", tipo zum zum de abelha,  o caso não era para menos, porque esse zum zum , pairava no ar entrava nas nossas antenas e aparecia escarrapachado dentro das nossas casas, na caixinha mágica que é a TV, isto aconteceu em 1999, quando procediam à construção da  A28 que passa na nossa terra no sopé do monte de S. Silvestre, nessa altura eu pensei para comigo "vamos ter uma nova Foz Côa", e o caso não era para menos, porque as Gravuras Rupestres feitas no sólido granito, estiveram camufladas muitos  anos pela erosão do tempo, sem serem observadas pelos mirones, que por ali passavam, e não davam por nada , foi preciso a intervenção dos operários  que procediam à construção da auto-estrada, para que tudo viesse a público, mas tudo se sumiu no esquecimento, bem a Foz do Lima fica a oito km , e nós já estamos acostumados a sermos esquecidos, as citânias no alto do monte estão na bicha para serem atendidas e são mais velhas,  da estrada ou caminho romano, ainda existe alguma coisa, as pedras não são comestíveis, apenas se desengrenam pelo monte abaixo, com o intuito de recordar, vou exibir algumas fotos que gravei no noticiário dessa altura.  

Um pouco tardiamente por questões técnicas mas as fotos apareceram, as minhas desculpas

 


sinto-me: com boa memória

publicado por J. Alves às 20:48
link do post | comentar | favorito

4 comentários:
De caminheiro1 a 28 de Janeiro de 2007 às 23:51
Fico, então, a aguardar a exibição dessas fotos. Saudações bloguistas do Francisco.


De Franc a 4 de Fevereiro de 2007 às 19:48
O prometido é devido e, sim senhor, cá estão as imagens que documentam o que explanou. Muito bem. Francisco.


De Ana Bettencourt a 9 de Fevereiro de 2011 às 10:44
Caro senhor,
Como especialista em pré-história da Universidade do Minho, estive nas gravuras no passado domingo. Estou a escrever um roteiro bilingue sobre sítios de grande interesse patrimonial da pré.história do Noroeste e de fácil acessibilidade.
Confesso que fiquei perturbada pelo facto das entidades (Junta de frequesia) não ter feito nada para preservar o sítio. O Património é de todos e das populações que com ele convive. Não costuva nada realizar a manutenção do sítio, desviar a linha de água , sinalizar e manter uma vez por mês, trabalhos fáceis de realizar para uma junta e com poucos gastos, embora tenham que ser visionados por um especiaslista. As populações tem que aprender a valorizar os seus própris recursos!
ao seu dispor
Ana Bettencourt


De J. Alves a 11 de Fevereiro de 2011 às 15:28
Resp/ comentário Dr.ª. Ana Bettencourt

Revi o seu comentário ao m/ blog de Janeiro 2007, a Senhora tem toda a razão, o povo de Cardielos, devia estar mais atento e, mais empenhado no espólio histórico que tem, em que só existe o rasto e a aragem, falta uma boa nortada de vento para pôr os rastos a descoberto. Na altura falei sobre o Monte de S. Silvestre e dos seus vestígios pré-históricos e na necessidade de haver um estudo relacionado com as suas possíveis origens, para serem inventariados, tenho percorrido o monte e deparo com penedos fantásticos, em que só me restam as fotografias, faço imensas perguntas a mim próprio, mas não encontro respostas, A Junta de Freguesia também não pode fazer grande coisa, a não ser a lembrar a Câmara para nos arranjar alguém qualificado, para vistoriar os trabalhos que poderiam ser feitos, isso já há longo tempo nos foi prometido, mesmo pelo actual Presidente, Para encaminhar pessoas, para os ditos lugares, é necessário termos algo elucidativo, que se identifique com as suas origens para lhes comunicar, falar de meras suposições, não seria nada adequado, poderia haver detrimento em futuras intervenções. Gostaria de falar pessoalmente com a Drª Ana Bettencourt sobre estes assuntos, o meu Email; jvalves@sapo.pt, teria muito prazer em trocar algumas impressões sobre estes assuntos.
Os meus cumprimentos.
João Alves


Comentar post

mais sobre mim
pesquisar
 
Dezembro 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
15
16

17
18
19
20
21
22
23

24
25
26
27
28
29

31


posts recentes

DESPEDIDA DE 2017

BIFE DA PÁSCOA de 1974

QUIABO Abelmoschus escule...

TREVO CERVINO -­ PLANTAS ...

ERVA PRINCIPE -­ PLANTAS ...

ABELHAS ASIÁTICAS EM CARD...

16ª Meia Maratona Manuela...

CARDIELOS, NOS SEUS RECÔN...

AZEVINHO PLANTA MEDICINAL

IMPATIENS WALLERIANA-Plan...

arquivos

Dezembro 2017

Março 2016

Dezembro 2015

Outubro 2014

Março 2014

Janeiro 2014

Junho 2013

Dezembro 2012

Julho 2012

Abril 2012

Novembro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Junho 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Dezembro 2010

Outubro 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Abril 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

tags

todas as tags

Fazer olhinhos
blogs SAPO
subscrever feeds