Terça-feira, 26 de Outubro de 2010
A árvore que se chama Manuel

O monte de S. Silvestre nunca foi tão flagelado como  no verão, deste ano,havia pequenos focos de incêndio, numa parte ou noutra, mas, de maneira alguma se podia antever a verdadeira fúria do fogo em que os bombeiros e particulares se mostraram impotentes  para o deter. A Casa dos Romeiros de S. Silvestre esteve a um metro de ser alcançada,

A montanha de S. Silvestre está de Luto

o fogo rastejava em labaredas e voava sobre as copas das árvores,  os bombeiros de Caminha a uma ordem do Comando tiveram que ir embora para socorrer as habitações da aldeia, o fogo na parte sul, fustigado pelo vento, num ápice desceu a montanha, até ao sopé onde se encontravam as primeiras habitações, e onde várias corporações dos soldados da paz davam tenaz luta às empolgantes chamas, que tentavam engolir tudo na sua frente, lá no alto os mesários e outras pessoas, cortavam  árvores, para impedir o fogo de chegar às instalações. Na parte norte,  como se tinha feito limpeza  na montanha o fogo ardia sem intensidade e não teve forças para galgar a estrada,   perto da traseira do Santuário. O monte ficou de luto e triste por ver-se desprovido do seu belo manto verde. No dia 23 de Outubro, nós mesários da Confraria , encontrávamos  a fazer os preparativos, para um mega almoço convívio com (340) amigos de S. Silvestre, que se realizou no dia 24 de Outubro, cuja receita reverteu para as obras que estão a ser feitas no recinto do Santuário, quando alguém reparou que dois homens subiam o monte, com enxadas , (sacholas) uma pequena árvore e um pequeno bidão de água,  dado a nossa curiosidade e como sempre entendi que qualquer árvore ou planta tem a sua verdadeira identidade e há algo, na sua ligação quando se prende à terra, existe sempre uma proveniência, abordei os Senhores apresentamo-nos  e fiquei sensibilizado com o que me foi dito.

Henri Albrecht (Francês) e o seu companheiro que o ajudava , João Samuel Alves da Rocha, Henri Albrecht , Há cerca de dois anos apanhou uma semente de carvalho ( bolota), e semeou-a,a semente germinou, enraizou e nasceu um  um pequeno carvalho Portugues, sempre   tratado  com todos os cuidados requeridos, estava previsto que a jovem arvore seria plantada no monte de S. Silvestre, assim  tinham combinado o Henri e o seu amigo Manuel, só que como diz o velho ditado O homem põe  e Deus dispõe  ou algo assim. Porque uns meses antes, o seu amigo Manuel falecera, sem que tivessem ajudado a plantar a pequena árvore.

Henri  dizia com alguma  melancolia nas suas palavras,  falava, com sotaque da sua língua de origem mas que se compreendia muito bem,  na sua voz forte e determinada, apercebia-se alguma afirmação de orgulho, quando dizia “ Esta árvore chama-se Manuel “ e ía dizendo: vivo na Meadela  (a cerca de 5Km), com uns binóculos da minha casa,  hei-de ver esta árvore. Com o seu gesto nobre, Henri colocou um brilhante no manto do monte que a natureza está a começar a tecer, quando ali bem perto desta árvore recentemente plantada se perderam  quase 40 arvores,  plantadas à pouco tempo, oferecidas pelo Horto Municipal de Viana do Castelo e que o fogo devorou. Oxalá, que haja mais seguidores que sigam as pegadas de Henri , e que numa visita ao monte tragam uma árvore sobrante do seu quintal, eu farei isso. Algumas características  da árvore Manuel Nome popular- Carvalho Norte, Carvalho Portugues(Quercus Fagínea), é uma árvore que pode chegar a 20 metros de altura, folha caduca que fica vermelho torrado,no Outono. Da casca do carvalho faz-se chás para a diarreia, também se utiliza para conjuntivite, faringite, gengivas feridas e pele úlceras na boca ,

Estas indicações são apenas meras informações não servem de receita.

o fogo também rodeou as imagens de granito

Também os penedos limpos do musgo verde e da irosão vegetal, mostram as suas formas primitivas

 

João Rocha e Henri Albrecht (direita)


Depois da missão cumprida vão descendo o monte, ao fundo vê-se um pinus queimado


sinto-me: sinto-me de luto pelo monte

publicado por J. Alves às 01:08
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito

mais sobre mim
pesquisar
 
Dezembro 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
15
16

17
18
19
20
21
22
23

24
25
26
27
28
29

31


posts recentes

DESPEDIDA DE 2017

BIFE DA PÁSCOA de 1974

QUIABO Abelmoschus escule...

TREVO CERVINO -­ PLANTAS ...

ERVA PRINCIPE -­ PLANTAS ...

ABELHAS ASIÁTICAS EM CARD...

16ª Meia Maratona Manuela...

CARDIELOS, NOS SEUS RECÔN...

AZEVINHO PLANTA MEDICINAL

IMPATIENS WALLERIANA-Plan...

arquivos

Dezembro 2017

Março 2016

Dezembro 2015

Outubro 2014

Março 2014

Janeiro 2014

Junho 2013

Dezembro 2012

Julho 2012

Abril 2012

Novembro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Junho 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Dezembro 2010

Outubro 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Abril 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

tags

todas as tags

Fazer olhinhos
blogs SAPO
subscrever feeds