Domingo, 9 de Dezembro de 2007
LINHO-de-CUCO

LINHO-de-CUCO- Planta medicinal

 

Plantas Medicinais P14; (Linho de Cuco)

 

NOME;Linho-de-Cuco; ( Cuscuta epithymum murre)

 

Outros Nomes;  Linho de raposa, cabelo de Nossa Senhora, cipó chumbo, esparguete, fios de ouro, xirimbeira, Chilean dodder(inglês, cipó chumbo, (espanhol,

Família; das: Cuscutácias

Sabor;.

COMPONENTES; mucilagens, taninos, flavonóides, heterósido, rezina, goma , enzima,

 Propriedades; Antiflogística, adstringente, antidiarreia, expectorante, laxativo, carminativo

 

            Depois de um longo interregno, em que não passei a vista pelo meu blog, privado por motivações pontuais que me levaram a esta ausência, que aliás, já noutro tempo aconteceu, e certamente, uma outra vez irá acontecer, porque outros factores que fazem parte da minha vivência, se sobrepõem, a esta minha vontade de escrever. Para, de alguma forma me afastar do trilho da rotina, ou seja falar das plantas medicinais do meu quintal, vou intercalar no meu percurso, uma planta diferente, que certamente muita gente a terá visto, mas que dado à sua composição, certamente passará despercebida, esta planta, eu a vi em muitos locais, nomeadamente no Monte de S. Silvestre, em Cardielos, na Serra de Arga, (Caminha) e em muitos outros sítios, é uma planta parasita, ou holoparasita, sem folhas, sobrevive sem clorofila, com fios avermelhados ou amarelados, que escolhe uma planta, (mato ou outra) e a envolve como uma teia de aranha, em toda a sua envoltura exterior. O facto de pertencer à família das Cuscutas em que existem mais de cem espécies, e que sendo uma parasita tipo espécie de fungo, tem vitalidade própria, e pelo que tenho reparado, o volume cabeludo que envolve a sua hospedeira, creio que não a atrofia no seu desenvolvimento, porque embora portadora da segunda, apresenta-se com o seu clorofila completamente verde sem deteriorações, e não me parece que prejudique o seu normal crescimento, também não tenho conhecimento que seja uma planta muito utilizada aqui no Minho, o que contrariamente poderá acontecer em outros lugares que desconheço.

            Ao contrário de outras plantas, que são utilizadas para enumeras enfermidades, não é muito costume a utilização do linho de Cuco, aqui nestes lados, no entanto, alguns livros referem com indicações, para diversas utilizações, sendo algumas exposta aqui:

            Angina, afecções da garganta e da via respiratória, expectoração sanguínea, tosses, diarreia sanguínea, bronquite, obscesssos internos, constipações, congestão pulmonares icterícia, compressas para furúnculos e ferimentos.

                                 Foto tirada em Agra de Cima                    

 


sinto-me: Com Saudade

publicado por J. Alves às 19:54
link do post | comentar | favorito

mais sobre mim
pesquisar
 
Dezembro 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
15
16

17
18
19
20
21
22
23

24
25
26
27
28
29

31


posts recentes

DESPEDIDA DE 2017

BIFE DA PÁSCOA de 1974

QUIABO Abelmoschus escule...

TREVO CERVINO -­ PLANTAS ...

ERVA PRINCIPE -­ PLANTAS ...

ABELHAS ASIÁTICAS EM CARD...

16ª Meia Maratona Manuela...

CARDIELOS, NOS SEUS RECÔN...

AZEVINHO PLANTA MEDICINAL

IMPATIENS WALLERIANA-Plan...

arquivos

Dezembro 2017

Março 2016

Dezembro 2015

Outubro 2014

Março 2014

Janeiro 2014

Junho 2013

Dezembro 2012

Julho 2012

Abril 2012

Novembro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Junho 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Dezembro 2010

Outubro 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Abril 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

tags

todas as tags

Fazer olhinhos
blogs SAPO
subscrever feeds