Domingo, 22 de Abril de 2007
PLANTAS MEDICINAIS (Hipericão)

Plantas Medicinais P9(Hipericão)

NOME; Hipericão ( hypericum perfotatum)

 

Outros Nomes;  Milfurada, erva de S. João, ), androsemo, mijadeira, johanniskraut, (alemão); hierba de san.  Juan, pericón. (espanhol); St johon,s wort (inglês); herbe de St-jean; (francês)

Família; das: Hipericáceas, hipérico, (brasileiro); iperico, (italiano)

 

Sabor;.Fresco , secante

Componentes;. Óleos voláteis resina, tanino, corantes amarelos e vermelhos, pectina, ácidos e substâncias minerais, colina, glicósidos, flavonoides, 

 Propriedades,  Tónico  restaurador para o sistema nervoso, analgésica, anti-depressiva , anti-inflamatória, diurético, vitamina c, vermífugo, sedativo.

 

            Conheço o hipericão do Gerês, muito conhecido e comercializado, e que é mais conhecido como planta de jardim, e o hipericão bravo que cresce em terrenos soltos e quando se propaga fica num manto amarelo, pena é, as flores durarem pouco mais de um dia, as flores contém dois pigmentos um amarelo intenso, e um vermelho denominado hipericina encerrado em pequenos pelos glandulares nas pétalas e sépalas. Tem a propriedade de tornar a epiderme do animal que ingere esta planta, sensível á luz solar.

            As propriedades medicinais desta planta são imensas, e sempre foi muito utilizada no tratamento de perturbações nervosas, insónias, depressões, o efeito da droga é de certo modo, semelhante ao Vallium e o Librium, só que não provoca viciação, recomenda-se, para reumatismo, lumbago, frigidez, impotência, gota ciática, artrite, torções, feridas, úlceras, parasitose, afecções cutâneas, catarro, brônquios, bexiga, dores de cabeça, gastrite, má digestão, insuficiência hepática, menstruações irregulares, incontinência urinária, queimaduras.  

Para chagas, queimaduras, utiliza-se -Óleo, macerar 300g de sumidades floridas, em 500g de azeite puríssimo, depois de oito dias expor o recipiente ao sol, filtrar, e guardar numa garrafa, para ser utilizado, embebendo compressas de gaze, também se pode utilizar para a gota, reumatismo e dor ciática esfregando as partes com este óleo.

Catarro, brônquios, inflamação da traqueia, Fazer Infusão – 15g de sumidades floridas, de hipericão em meio litro de água a ferver, deixar o líquido amornar, filtrar, adoçar beber. Normalmente, três chávenas ao dia.

Vermes intestinais, decocção – ferver, uma pequena colher de sumidas florais, em 200g de água por dois a três minutos, filtrar e beber pela manhã em jejum.

Contra indicações, durante o tratamento não se deve expor às radiações solares, o hipericão torna a pele sensível às radiações, (fotossensibilização), e mais sensível às queimaduras solares, também não se deve fazer um tratamento muito prolongado, deve-se interromper por uns dias, para depois recomeçar.

Hepericão,foto tirada Cardielos


sinto-me: muito bem

publicado por J. Alves às 14:12
link do post | comentar | favorito
|

3 comentários:
De antonioduvidas a 30 de Abril de 2007 às 18:47
Ora cá está mais uma chazada, sr. Alves!
Há três anos fui a Marrocos e então eles lá têm a cultura do chá, bebem chá a toda a hora.
Há 30 anos as pessoas da minha terra quando vinham ao Porto desembarcavam em S. Bento, no comboio, ou nas garagens Galiza ou Atlântico, nas camionetas, carreiras, como diziam, junto à Batalha e então o primeiro acto citadino era ir logo beber um copo aos tascos da Rua Cimo de Vila.
Agora pergunto eu: quem está mais certo, os muculmanos ou os portugueses? Neste caso concreto penso que a resposta é óbvia.
Obrigado pelas informações sobre estas infusões, antonio


De velhinhopregasecas a 18 de Novembro de 2009 às 19:48
Após as refeiçõe sinto-me inchado,o que será?
Será da vesícula ?
Quem me diz qualquer coisa a respeito ???

muito obrigado,é que não queria tirá-la


De J. a 25 de Julho de 2012 às 06:05
O hipericão (Hypericum perforatum; Cicatrizante, antimicrobiano, antidepressivo, afecções dermatológicas e da cavidade oral) não deve ser confundido com o hipericão do Gerês (Hypericum androsaemum; Colagogo, hepatoprotector e diurético), dado que têm constituição diferente a nível molecular e, como tal, efeitos distintos.


Comentar post

mais sobre mim
pesquisar
 
Março 2014
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30
31


posts recentes

ABELHAS ASIÁTICAS EM CARD...

16ª Meia Maratona Manuela...

CARDIELOS, NOS SEUS RECÔN...

AZEVINHO PLANTA MEDICINAL

IMPATIENS WALLERIANA-Plan...

CARDIELOS e os seus recen...

STÉVIA (Plantas Medicina...

Cardielos- Monte de S. Si...

Menta da Ribeira Planta M...

PLANTAS MEDICINAIS (Mirti...

arquivos

Março 2014

Janeiro 2014

Junho 2013

Dezembro 2012

Julho 2012

Abril 2012

Novembro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Junho 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Dezembro 2010

Outubro 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Abril 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

tags

todas as tags

Fazer olhinhos
blogs SAPO
subscrever feeds